segunda-feira, 28 de julho de 2014

XXVIII  FESTIVAL  ESTADUAL DE   TEATRO

FACES
JULHO = TOMÉ-AÇU = 2014
OS  INDICADOS, MAS OS  VENCEDORES SÃO TODOS OS NUMEROS UM.
Melhor Espetáculo
1-      O Macaco Malandro em uma Noite de Natal ===  S.S.Boa Vista
2-      A Casa da Madame Giza ================= Benevides
3-      Saltimbancos ========================= S. Antonio do Tauá
Melhor Diretor
1-      Sérgio Luz ============== Benevides
2-      Marcos Vinícius ========== S.S.Boa Vista
3-      Danielson Flexa ========== S. Antonio do Tauá
4-      Roberto Dellammart ======= Tomé-Açu
5-      Edilson Barbosa ========== Concórdia do Pará
Melhor Ator
1-      Walber Monteiro========= Oeiras do Pará
2-      Roberto Dellammart ====== Tomé-Açu
3-      Emerson ============== S.S.Boa Vista
4-      Juacy ================ Bujaru
Melhor Atriz
1-      Vanja ================ Benevides
2-      Siane ================ S. Antonio do Tauá
Melhor Figurino
1-      O Auto da Camisinha =========== Concórdia do Pará
2-      A Casa da Madame Giza ======== Benevides
3-      Saltinbancos================== S. Antonio do Tauá
4-      O Macaco malandro em uma noite de natal === S.S.Boa Vista
Melhor Cenário
1-      Acrobatas de Vênus =========== Tomé- Açu
2-      A casa  da Madame Giza ======== Benevides
Melhor Sonoplastia
1-      Acrobatas de Vênus =========== Tomé-Açu
2-      O Carro dos Milagres ========== Bujaru
3-      O Auto da Camisinha ========== Concórdia do Pará
Melhor Iluminação.
1-       O Auto da Camisinha =============Concórdia do Pará
2-      Pó da sedução ================== Oeiras do Pará
3-      A Casa da Madame Giza ========== Benevides
Melhor Ator Coadjuvante
1-      Clóvis ===================Santa Luzia do Pará
2-      Francinei ================ Oeiras do Pará
3-      Alexandre ===============  S. Antonio do Tauá
Melhor Atriz Coadjuvante
1-      Tia Bene ================ Bujaru
2-      Milena ================= S. Antonio do Tauá
3-      Railda =================  Benevides
Melhor Maquiagem
1-      Contos e Lendas Amazônicas ======== Muaná
2-      O Macaco Malandro em uma Noite de natal ==== S.S.Boa Vista
3-      O Auto da Camisinha
Melhor Cena
1-      Loucos =================== Santa Luzia do Pará
2-      Tiro ===================== Benevides
3-      Malandro ================= Benevides
4-      Baú ===================== Santo Antonio do Tauá




sexta-feira, 13 de junho de 2014


                                           “O CABOCLO CARIMBÓ”

O filme, baseia-se na história de uma festa de carimbo na beira do rio,  seus preparativos tanto de quem promove a festa como de todos os moradores da região, onde mostramos a animação dos adultos e dos jovens, esses queremos mostrar o lado da dança como também o do sexo, suas intenções, vontades e sobretudo prazer, com e sem responsabilidade.
O Filme mostra todos os detalhes: sociais, financeiros e sexuais. Pois é uma história que não é comentada mas acontece com frequência no interior do Estado do Pará.
Nossa sonoplastia será uma homenagem a todos os mestres do carimbo,  sendo as músicas com força no curimbó,  banjo e flauta.

Mostrar o carimbó de forma dinâmica e divertida a todo país, com uma produção regional e própria, para que as pessoas conheçam o processo de antes, durante e depois de uma festa de carimbó do Pará.


O Estado do Pará tem uma produção audiovisual bem significativa, porém no que diz respeito a produção nacional esse número ainda é pequeno e precisa ser mais explorado, os motivos para isso são principalmente por conta dos grandes custos que se tem para fazer a produção de um longa-metragem, com isso, a FACES resolveu se propor a aceitar esse desafio de produzir o seu primeiro filme. Devido a grande diversidade existente em nosso estado, não teremos grandes custos com viagens para termos diferentes paisagens, a produção será feita toda no Estado do Pará e foi pensado principalmente por seu ineditismo em mostrar a todos os espectadores as diferentes fazes de uma festa do carimbó, porém, visamos mostrar a festa tradicional da forma como antes era realizada com isso estaremos resgatando as festas de carimbó, essa festa proposta em O CABOCLO CARIMBÓ, vai desde o momento que antecede a sua realização, o momento da realização com uma grande festa e o depois da festa com a
dispersão e os vários acontecimentos que sucedem essa festa.
Sermos os primeiros a produzir um longa abordando esse tema nos dar crédito e título de pioneirismo no estado, pois muito se pensou em fazer algo com esse tema, porém pouco se fez, para realizar esse feito.

Roteiro e Direção: Fernando Rassy
Diretor de Fotografia: Diego Feitosa
Diretor de Edição: Eliezer Nascimento
Produção: Faces.                                           
Estreia: dias 04 e 05 de Julho de 2014
Local: Cine Estação das Docas
Hora: 17, 19 e 21h00

Ingressos: R$ 10,00 (Inteira) e R$ 5,00 (meia).

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

BAR DO PARQUE

Montagem da Federação Estadual de Teatro.
Direção: Fernando Rassy
O Espetáculo é uma montagem que tem a participação de atores de nove municípios, como forma de oficina de montagem com os protagonistas e diretores. O musical Bar do Parque é baseado em fatos verídicos do que aconteceu e ainda acontece em um Bar frequentado pelos mais variados tipos de pessoas e que tem uma circulação turística, onde pessoas de outros estados e países sempre vão tomar uma cerveja, para ver e conhecer o ambiente. No cenário retratamos o quiosque, suas mesas, a frequência constante das prostitutas e garotos de programa. As músicas são uma homenagem aos nossos artistas que muito criaram sobre a noite paraense e sobre o Bar do Parque. Ao todo somos 21 no elenco com uma técnica de seis pessoas.

Dia; 15 de MARÇO DE 2014
Local: TEATRO DA PAZ
Hora: 18  e  21h00
Ingresso: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
Venda antecipada no cartão de crédito.
Contato: 9619-2363  == 8169-1338


quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

CIRCUITO TEATRAL BR 316
A Federação Estadual de Teatro, com seu projeto CIRCUITO TEATRAL BR 316, visa alcançar mais o público, fazendo uma mostra com seis espetáculos nos municípios de: BELÉM, BENEVIDES, CASTANHAL E SANTA LUZIA DO PARÁ, para mostrar sua produção e poder junto com o público discutir e incentivar o fazer teatral, suas formas e propostas.
Temos dois grandes objetivos: um é a criança, daí termos 3 espetáculos infantis no circuito, pois queremos incentivar desde cedo o conhecimento do teatro, pois sabemos que a arte é uma grande forma na construção de uma pessoa para o bem. E a juventude, mostrar que existe outros caminhos (nos referimos contra as drogas e etc....), que podem levar a uma ocupação e quem sabe a um profissionalismo na cultura.
O Circuito vai ter ao todo em média 80 artistas e técnicos, envolvidos no projeto diretamente, sendo no palco ou na técnica.

ESPETÁCULOS

1- A LENDA DA ESPADA DE PRATA = INFANTIL = Companhia de Teatro Luzes de Belém do Pará.
2- O MACACO QUE NÃO É PREGO = Infantil = Companhia de Teatro Mambembe de Santa Luzia do Pará.
3- ENCARCERADOS = Adulto = Grupo de Teatro Argonautas de Castanhal.
4- A BONECA NEGRA = Infantil= Grupo TEMA de Benevides.
5- Santíssima Comédia = Adulto= Grupo Massacote de Belém do Pará.
Sábado: Dia 15/02/2014== 18h00 = O Macaco que não é Prego
19h00 = A Lenda da Espada de Prata
21h00 = Encarcerados
Domingo: Dia 16/02/2014 = 18h00 = A Boneca Negra
20h00 = Santíssima Comédia
Local: Teatro Waldema Henrique

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

CIRCUITO TEATRAL BR 316


O MACACO QUE NÃO É PREGO

Companhia: MAMBEMBE
Direção: HERMÓGENES GOMES

Há mais de 20 anos existira em Santa Luzia do Pará, um movimento de jovens revolucionários que para galgar seus objetivos utilizava-se de dramatizações para... a atenção do povo. Por volta de 1883 formou-se o movimento jovem que a partir de então passou a realizar todos os anos a dramatização da paixão de cristo por ocasião da semana santa. O que começou a mudar apenas no ano de 2001, quando o jovem Raimundo Nonato assumiu a coordenação. Em 2005 o jovem Hermógenes Gomes assumiu a presidência. Desde então as coisas foram mudando, se profissionalizou em 2009 cadastrando seu CNPJ.  Foi eleito o melhor grupo da III mostra de teatro do nordeste do Pará. Hoje a companhia está com dois espetáculos em cartaz e faz parte da FACES.
O MACACO QUE NÃO É PREGO uma fabula que conta a história de três animais da floresta que estão passando por dificuldades para se alimentarem e diante do problema o enredo se desenvolve com uma linguagem bem alegre.

A LENDA DA ESPADA DE PRATA

Companhia: LUZES
Direção: FERNANDO RASSY

A Lenda da Espada de Prata, conta a estória de um bruxo, que rapta uma criança e distorce o conceito de feio e do bonito, para obter a espada de prata que tem poder incalculável no imaginário infantil.
Nós Dois, comédia adulta, que retrata o relacionamento de um casal, onde em conversas descobrem suas traições, suas vidas passadas e comparações de sentimento, baseado em amor ou interesse, podendo ser verdadeiro ou não. É uma comédia interativa onde tem a participação do público e dos últimos acontecimentos da cidade.

A BONECA NEGRA

Grupo: TEMA
Direção: SÉRGIO LUZ

Texto baseado no livro “o caso da boneca negra” do escritor José Artheiro, busca ser um elo entre as personagens do livro, que na peça ganham vida, para mexer com a imaginação dos expectadores levando-os a refletir sobre um tema, que ainda é uma barreira para a sociedade (o preconceito), que na peça é tratado de forma lúdica, com linguagem acessível aos ouvidos infantis, figurino colorido e maquiagem alegre, põe em xeque a questão da raça, do preconceito vivido por Negrita uma boneca de pano que sofre com a discriminação dos outros brinquedos ao chegar a seu novo lar. Entre idas e vindas, os brinquedos resolvem decidir através de um julgamento se a boneca negra na caixa de brinquedos junto com eles.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

PROGRAMAÇÃO TEATRO 12 HORAS NO AR



TEATRO 12 HORAS NO AR.

A FACES (Federação Estadual de Teatro), é uma instituição que organiza e promove eventos a nível estadual para potencializar as artes cênicas no estado, a mesma mantém atualmente o desenvolvimento de alguns grandes projetos de nível estadual que ganharam repercussão nacional, os projetos são: FESTIVAL ESTADUAL DE TEATRO, 24 HORAS DE TEATRO NO AR e o 12 HORAS DE TEATRO NO AR. Neste último, os grupos e companhias que apresentam são selecionados durante a realização do festival estadual de teatro, o 12 horas de teatro é o grande ponto alto da FACES, pois os selecionados vem para apresentar se forma independente, mostrando um trabalho profissional e de qualidade, os espetáculos são em sua maioria de grupos e companhias do interior do estado, pois os mesmos, devido a cada particularidade do município, não tem muita estrutura para mostrar seu trabalho, e essa oportunidade proporcionada é muito importante para o trabalho desses artistas, tanto para reconhecimento em seus locais de origem, quanto a nível estadual, um dos objetivos desse grande evento é oportunizar os artistas do interior do estado a mostrar suas produções em um grande teatro, sendo assim, o doze horas é uma grande vitrine da produção do interior do estado e esta se potencializa ainda mais todas as vezes que se produz.

Neste ano de 2013, teremos 12 espetáculos, sendo 11 de companhias filiadas a FACES e um espetáculo do Projeto PRO-PAZ, onde eles apresentaram sua produção do ano. Nossa estrutura mostra que começaremos cm espetáculos infantis, depois juvenil e por fim adultos, tendo a grande apresentação do Musical BAR DO PARQUE, que congrega 26 artistas de nove municípios, um projeto da Faces de oficina de interpretação e direção que culminou no espetáculo.

SERVIÇO;

Dia: 30 de Outubro de 2013

Hora: das 13h00 as 01h00

Local: Teatro da Paz

ENTRADA FRANCA POR ONDEM DE CHEGADA.

Informações: 9619-2363


quarta-feira, 2 de outubro de 2013

O grupo de Teatro Tema de Benevides vai está no 12 Horas de Teatro no Teatro da Paz dia 30 de Outubro de 2013 com o espetáculo A Boneca Negra, Direção de Sérgio Luz


A BONECA NEGRA
17h00
Grupo: Tema
Direção: Sérgio Luz
Texto baseado no livro “o caso da boneca negra” do escritor José Artheiro, busca ser um elo entre as personagens do livro, que na peça ganham vida, para mexer com a imaginação dos expectadores levando-os a refletir sobre um tema, que ainda é uma barreira para a sociedade (o preconceito), que na peça é tratado de forma lúdica, com linguagem acessível aos ouvidos infantis, figurino colorido e maquiagem alegre, põe em xeque a questão da raça, do preconceito vivido por Negrita uma boneca de pano que sofre com a discriminação dos outros brinquedos ao chegar a seu novo lar. Entre idas e vindas, os brinquedos resolvem decidir através de um julgamento se a boneca negra na caixa de brinquedos junto com eles.

terça-feira, 1 de outubro de 2013

O grupo de Teatro Aruarte de Curralinho vai está no 12 Horas de Teatro no Teatro da Paz dia 30 de Outubro de 2013 com o espetáculo A Vila Descabaçada, Direção de Jonas Pinheiro


A VILA DESCABAÇADA
23h00
Grupo: Aruarte
Direção: Jonas Pinheiro
A Vila Descabaçada retrata a história de um lugar caboclo do interior, mas especificamente de uma pequena vila onde acontece de tudo. Começa com um porre que é quem conta toda a história da vila e nela há uma fofoqueira que vê tudo o que acontece, nela também moram uma família com pai, mãe e dois filhos, um padre, uma delegada, um pajé, um casal de noivos e o marido da fofoqueira que é um pescador. Nela há também a iara e a cobra grande. A iara que em um primeiro momento tenta levar o porre, mas não consegue, em um segundo momento encanta e leva o marido da fofoqueira (pescador) e em um terceiro momento finalmente encanta e leva o porre. A cobra grande encerra a história entrando na igreja, pois há uma lenda em nosso município que diz o seguinte: “Que embaixo da igreja matriz mora uma cobra grande e se algum dia ela sair de lá a cidade será inundada. A filha é a descabaçada que ao ir à beira do rio encher água em uma cabaça de barro pra mãe e ao voltar o noivo passa apressadamente para seu casamento derruba a cabaça e a quebra e seu pai faz uma confusão com toda a história ao pensar que sua filha estivesse sido desonrrada. E com isso a família vai até a delegacia para denunciar o ocorrido e ao chegar na delegacia eles percebem que haverá um casamento na frente da igreja e no meio da casamento a fofoqueira e o porre entregam que o noivo espocou a cabaça de uma menina da vila, e a noiva desiste de casar. Diante disso, a filha descabaçada mostra ao pai o rapaz que espocou a cabaça e o pai o traz para a delegacia e a delegada o prende, mas o pai quer que a delegada case ele com a filha e a delegada manda chamar o padre, ao final do casamento a filha desvenda que a cabaça era de barro e em seguida a festa do rala-bucho, após entra o pajé para tentar trazer de volta o marido da fofoqueira encantado que se lamenta por que a iara o levou e durante o desencantamento a iara aparece e leva o porre e a cobra entra encerrando o espetáculo.

O grupo de Teatro Influarte de Concórdia do Pará vai está no 12 Horas de Teatro no Teatro da Paz dia 30 de Outubro de 2013 com o espetáculo Esse Rio foi Minha Rua, Direção de Edilson Barbosa


ESSE RIO FOI MINHA RUA
19h00
Grupo: Influarte
Direção: Edílson Barbosa
O Grupo surgiu a partir da necessidade de resgatar a arte de fazer teatro em Concórdia do Pará. Foi fundado em 18 de agosto de 2009 com o intuito de incentivar e despertar o interesse doa alunos pela leitura
Esse rio é minha rua- O texto fala de um carnal que corta a cidade que antes era um lindo igarapé, fontes de alimentação para muitas família da cidade.

A Cia. de Teatro Luzes de Belém vai está no 12 Horas de Teatro no Teatro da Paz dia 30 de Outubro de 2013 com o espetáculo A Lenda da Espada de Prata, Direção de Fernando Rassy


A LENDA DA ESPADA DE PRATA
18h00
Companhia: Luzes
Direção: Fernando Rassy
A Lenda da Espada de Prata, conta a estória de um bruxo, que rapta uma criança e distorce o conceito de feio e do bonito, para obter a espada de prata que tem poder incalculável no imaginário infantil.
Nós Dois, comédia  adulta, que retrata o relacionamento de um casal, onde em conversas descobrem suas traições, suas vidas passadas e comparações  de sentimento, baseado em amor ou interesse, podendo ser verdadeiro ou não. É uma comédia interativa onde tem a participação do público e dos últimos acontecimentos da cidade. 

O Grupo de Teatro Bom Intento de Bujarú vai está no 12 Horas de Teatro no Teatro da Paz dia 30 de Outubro de 2013 com o espetáculo Espelho da Noite, Direção de Raimundo Schermont


ESPELHO DA NOITE
21h00
Grupo: Bom Intento
Direção: Raimundo Schermont
Espelho da Noite = Texto de Ramon Stergmann, inspirados nas lendas e mitos da Amazônia e no povo ribeirinho, com suas crenças, rituais e contos.

A Faces (Federação de Arte Cênica Estadual) do Pará vai está no 12 Horas de Teatro no Teatro da Paz dia 30 de Outubro de 2013, juntando atores de 9 municípios para apresentar o espetáculo Bar do Parque, Direção de Fernando Rassy


BAR DO PARQUE
22h00
Montagem da FACES
Direção: Fernando Rassy
O Espetáculo é uma montagem que tem a participação de atores de nove municípios, como forma de oficina de montagem com os protagonistas e diretores. O musical Bar do Parque é baseado em fatos verídicos do que aconteceu e ainda acontece em um Bar frequentado pelos mais variados tipos de pessoas e que tem uma circulação turística, onde pessoas de outros estados e países sempre vão tomar uma cerveja, para ver e conhecer o ambiente. No cenário retratamos o quiosque, suas mesas, a frequência constante das prostitutas e garotos de programa. As músicas são uma homenagem aos nossos artistas que muito criaram sobre a noite paraense e sobre o Bar do Parque. Ao todo somos 21 no elenco com uma técnica de seis pessoas.

O Grupo de Teatro Raízes de S.S. Boa Vista vai está no 12 Horas de Teatro no Teatro da Paz dia 30 de Outubro de 2013 com o espetáculo O Macaco Malandro em uma Noite de Natal, Direção de Marcos Vinícius


O MACACO MALANDRO EM UMA NOITE DE NATAL
16h00
Grupo: Raízes
Direção: Marcos Vinícius
O Grupo Raízes Marajoara foi fundado no dia 26 de novembro de 2007, no auditório da radio Boa Vista, tendo como seu principal objetivo, regatar e divulgar a cultura local, com suas diversidades culturais. O grupo atualmente conta com 25 integrantes.
O MACACO MALANDRO EM UMA NOÍTE DE NATAL... Conta de forma engraçada, às aventuras do Tigre e do Lobo, se preparando para mais uma noite de Natal. Noite q também conta com os doces encantos da Chapeuzinho vermelho, e as malandragens de um Macaco esperto. Mas ao final de muita confusão e desentendimentos, todos passam a perceber o verdadeiro significado do espirito natalino, menos o Macaco, que tenta se aproveitar da situação para querer se dar bem. Fim!

A Cia. de Teatro Panada de Tucuruí vai está no 12 Horas de Teatro no Teatro da Paz dia 30 de Outubro de 2013 com o espetáculo Sonhe com os Anjinhos, Direção de Nil Nascimento


SONHE COM OS ANJINHOS
15h00
Grupo: Panada
Direção: Nil Nascimento
 A Companhia de Teatro Panada existe há 09 anos no município de Tucuruí foi criado em 2001 através de resultados de oficina intermunicipais de teatro. No decorrer deste tempo fez diversas montagens teatrais, tanto esquetes como espetáculos, entre os quais podemos destacar: UM ASTRAL DIFERENTE, MOMENTOS e SONHE COM OS ANJINHOS.
‘’SONHE COM OS ANJINHOS’’ Sebastião é um menino de comportamentos bem levado, durante um sonho encontra com o diabo, que o julgará pelo seu comportamento levado. No meio desse todo surge o anjo Gabriel que irá defendê-lo, mais o resultado desse julgamento você saberá somente no final deste espetáculo.

A Cia. de Teatro Mambembe de Santa Luzia do Pará vai está no 12 Horas de Teatro no Teatro da Paz dia 30 de Outubro de 2013 com o espetáculo O Macaco que não é Prego, Direção de Hermógenes Gomes


O MACACO QUE NÃO É PREGO
14h00
Companhia: Mambembe
Direção: Hermógenes Gomes
Há mais de 20 anos existira em Santa Luzia do Pará, um movimento de jovens revolucionários que para galgar seus objetivos utilizava-se de dramatizações para...a atenção do povo. Por volta de 1883 formou-se o movimento jovem que a partir de então passou a realizar todos os anos a dramatização da paixão de cristo por ocasião da semana santa. O que começou a mudar apenas no ano de 2001, quando o jovem Raimundo Nonato assumiu a coordenação. Em 2005 o jovem Hermógenes Gomes assumiu a presidência. Desde então as coisas foram mudando, se profissionalizou em 2009 cadastrando seu CNPJ.  Foi eleito o melhor grupo da III mostra de teatro do nordeste do Pará. Hoje a companhia está com dois espetáculos em cartaz e faz parte da FACES.
O MACACO QUE NÃO É PREGO uma fabula que conta a história de três animais da floresta que estão passando por dificuldades para se alimentarem e diante do problema o enredo se desenvolve com uma linguagem bem alegre.

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

A Cia.de Teatro Raízes de Sº Sebastião da Boa Vista vai está no dia municipal de Teatro no Teatro Gasômetro dia 12 de Setembro de 2013 com o espetáculo O Macaco Malandro em Uma Noite de Natal, Direção de Marcos Vinicius


O MACACO MALANDRO EM UMA NOÍTE DE NATAL
Conta de forma engraçada, às aventuras do Tigre e do Lobo, se preparando para mais uma noite de Natal. Noite q também conta com os doces encantos da Chapeuzinho vermelho, e as malandragens de um Macaco esperto. Mas ao final de muita confusão e desentendimentos, todos passam a perceber o verdadeiro significado do espirito natalino, menos o Macaco, que tenta se aproveitar da situação para querer se dar bem. Fim!
Ficha Técnica:
 Emerson Brito: Lobo
Antônio Anderson: Tigre
Oziel Júnior: Macaco
Robson Silva: Papai Noel
Lenize Ramos: Chapeuzinho Vermelho
Leandro Ramos: Sonoplasta
Marcos Vinícius: Direção

A Cia.de Teatro Thaetro de Icoaracy vai está no dia municipal de Teatro no Teatro Gasômetro dia 12 de Setembro de 2013 com o espetáculo Uma Quase Tragédia, Direção de Chagas Franco



UMA QUASE TRAGÉDIA

O espetáculo "UMA QUASE TRAGÉDIA" é baseado na obra "ANDROGINIA”, do italiano Elémire Zolla, no qual o texto aborda as relações de gênero e conflitos de sexualidade à luz da filosofia. Essencialmente existencialista e surreal, o mesmo traz elementos da estrutura dramática da tragédia, para expor arquétipos errantes do andrógino que habita em cada um de nós, colocando em questão os papéis masculinos e femininos em voga na contemporaneidade. Nele, nove atores se unem para retratar as angústias da personagem Karrara, integrante de uma sociedade de luz, que não se aceita como fêmea, e que é banida de seu meio social ao declarar seu amor proibido por Andirá.  A partir da revelação de Karrara, uma nova ordem assexuada é proposta.

A Cia.de Teatro Luzes de Belém vai está no dia municipal de Teatro no Teatro Gasômetro dia 12 de Setembro de 2013 com o espetáculo Nós dois, Direção de Fernando Rassy



COMÉDIA ADULTA

            Crises conjugais comuns é o assunto de Nós Dois, espetáculo encenado pela Companhia de Teatro Luzes. No palco um casal que fala de suas inseguranças, ciúmes e traições.
            No espetáculo os atores cantam e dançam, falam de situações hilárias do cotidiano de Belém, políticos, autoridades, artistas, sempre com total humor.
            Os personagens pertencem à classe média, pois é mais real, para os problemas conjugais, amores e desavenças, sempre comuns em qualquer situação.
            No texto o casal, mostra que por mais diferente sexualmente suas relações os problemas são os mesmo, isso ocorre sempre que duas pessoas estão se relacionando.
            O espetáculo devido usar as mais diversas palavras e gestos, não é aconselhável para pessoas menor que 14 anos.

            No elenco: Fernando Rassy e Alethéa Maciel.
            Sonoplastia: Vicente Farias
            Iluminação: Maria Alves
            Administração: Cia. Luzes
            Direção: Fernando Rassy

SERVIÇO:
Dia: 13 de Setembro de 2013
Hora: 21h00
Local; Teatro Gasômetro
Ingresso: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)